29 de mar de 2009

É aqui o centro da terra, meu coração de sangue e vida colorida? Tenho estradas para seguir, o centro da terra, o sol dentro de mim, o eco do meu coração pulsando. O começo é um mistério, o impulso máquina fabricadora, inicia as engrenagens, giros, círculos: movimento.
Asas na cabeça, sonhos, discursos que seguem todos os cursos, vamos embora daqui?, até que não termine.
-Eu recomeço antes de começar.